ENAREL

Foi a partir da ideia de um grupo de professores e pesquisadores do campo do lazer e recreação, liderados pelo Prof. Dr. Antônio Carlos Bramante que o primeiro Encontro Nacional de Recreação e Lazer foi realizado em Brasília, em 1989 (MARCELLINO, 2010). Durante seus quase 30 anos de existência, tematizou várias questões em torno do lazer: diversidade cultural, recreação, inclusão, ética, cultura, trabalho, desenvolvimento regional, transdisciplinaridade, meio ambiente, educação entre outros.

O ENAREL tem o caráter itinerante, já percorreu quase o pais inteiro, ano após ano é realizado em uma diferente cidade do pais. São exemplos de cidades que sediaram o evento: Brasília, São Paulo, Natal, Recife, Curitiba, Campo Grande, São Luiz, Ouro Preto, Salvador, Foz do Iguaçu entre outras. Marcellino (2010) ressalta o caráter praticamente “desregulamentado”, livre de amarras institucionais, resultando na construção de um espaço privilegiado de diversos setores dos estudos e atuação no lazer, tais como animadores, gestores, pesquisadores e professores.

Na 28ª Edição a ser realizada nos dias 15, 16, 17 e 18 de novembro de 2016, o ENAREL trás como eixo central de abordagem a temática das políticas públicas de lazer. Visa aprofundar as discussões em torno do tema, situando papéis e responsabilidades dos diversos segmentos da sociedade quanto à democratização do direito ao Lazer.

Pensar o Lazer, no conjunto dos desafios contemporâneo, significa refletir sobre as demandas sociais e de suas contribuições aos avanços da sociedade brasileira. Significa abordar o Lazer em uma perspectiva que rompa com a ideia de algo fútil e desinteressado das causas sociais. É afirma-lo, como um instrumento importante para a formação integral dos sujeitos, capaz de possibilitar a compreensão critica da sociedade.  Ao mesmo tempo, é preciso refletir sobre o papel do poder publico responsável pelas políticas que realmente contemple as necessidades da população: promoção do desenvolvimento social, da qualidade de vida e da conquista da cidadania, sempre buscando a participação popular.

Assumir o desafio de discutir as políticas de lazer implantadas pelos poder público, nas três esferas, significa refletir sobre concepções, funções e papéis assumidos ao longo da historia, e que certamente determinam e determinaram a função política e social do Lazer na nossa sociedade.

O ENAREL 2016, contará com uma programação diversificada, com oficinas, conferências, mesas redondas, apresentação de trabalhos científicos, além de uma boa programação cultural. É aberto aos diversos segmentos da sociedade que se interessa por essa área do conhecimento. Trata-se, portanto, de um espaço político e acadêmico plural, que reúne aspectos e valores educativos e lúdicos, com uma perspectiva democrática de socializar a produção acadêmica para o conjunto da população com aprofundamento e profissionalismo.

Esse evento pretende, acima de tudo, ser participativo, direcionado a minimizar a distância entre a realidade social e a comunidade acadêmica e, principalmente, por requerer a participação da comunidade e o seu envolvimento nas ações do evento, pretende ser um excelente exercício acadêmico e profissional.

Soma-se a esta história de sucesso e diversidade do ENAREL uma novidade que pode ampliar o alcance do evento. Trata-se da articulação e com o Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) e com o Centro de Desenvolvimento de Pesquisas em Esporte e Lazer do Rio Grande do Norte (REDE CEDES – RN).

Nesta composição o CBCE, entidade acadêmico-científica de grande projeção nacional, traz um evento, VI Congresso Nordeste de Ciência do Esporte, que tem mais de 10 anos de história e que carrega consigo a tradição de organização de grupos de trabalhos temáticos que se articulam de forma interessante ao ENAREL.

Já a composição com a REDE CEDES RN, apresenta a demanda de parceria entre UFRN, IFRN, UERN e UFERSA, todas Instituições de Ensino integrantes da rede no Rio Grande do Norte, além de trazer o I Encontro Internacional de Políticas Públicas em Esporte e Lazer da Rede Cedes do RN.

Espera-se que esta parceria seja muito frutífera para todos os eventos na agenda da área, bem como um maior fortalecimento nos estudos do esporte e do lazer nas diversas instituições públicas do Rio Grande do Norte.